Alaúde Esquecido.


Pobre artista desiludido.
Na vida perdido.
Pela sorte esquecido.
Lembra-se apenas de ter sofrido.

Toque novamente
Seu alaúde angelical.
Como um menestrel, alegremente
Em seu mundo musical.

Entregue-se
À musica.
Esquece-se
Como pulsa?

Dedilha tua cordas
Já douradas pelo
Por do sol nas montanhas.
Guarda-o no coração com todo zelo.

Ouça a melodia
Que não pode ser
Tocada, mas irradia
A felicidade de ter
A luz do dia.

Alegra-te bardo
Cansado.
Larga teu fardo
De ódio e será amado.

Mesmo que o céu esteja nublado
E não possas ver a lua,
Lembre que ela está ao seu lado.
Ela será sempre tua.